ECONOMIZAR: PÃO DURO OU MINIMALISTA?

ECONOMIZAR: PÃO DURO OU MINIMALISTA?

 Após uma palestra que fiz recentemente, um senhor executivo comentou comigo que gostaria muito que sua esposa e as filhas estivessem presentes, pois elas iam entender que é necessário economizar e ser “pão duro”!

Pão Duro

É o termo usado para aquelas pessoas que economizam sempre que podem, gastam o mínimo possível, não gostam de ficar gastando dinheiro à toa. Ele ainda comentou que com a palestra elas iam entender que precisa sim ser “pão duro” com muitas coisas para poder garantir o futuro tranquilo e que ser “pão duro” é uma boa maneira de encontrar o equilíbrio entre viver o presente e pensar no longo prazo!

Bullying

Aquele comentário me fez refletir. Muitos “pão duros” sofrem um certo bullying dos amigos e familiares porque não gostam de gastar. As pessoas pensam que eles sofrem ao não gastarem e não fazer compras, porque na realidade elas é que sofrem quando precisam economizar e dizer não para as compras.

Economizar

Entretanto, percebi que para aquele senhor, um “pão duro” assumido, ele nunca sofre, pelo contrário, ele tem muito claro como economizar e as escolhas que faz. Sabe que 70% das coisas que estão à venda ninguém precisa comprar e portanto, não dedica atenção ao consumo desnecessário.

Ele sabe que muitos fazem exatamente o que essa frase de autoria do Will Smith diz:

“As pessoas gastam o que não tem, para comprar o que não precisam, para impressionar às outras pessoas”.

Minimalismo

Se formos observar melhor, o “pão duro” nada mais é do que o minimalista, que é um termo moderno e atual para as pessoas que percebem que não precisam de muito para ser feliz.

Conscientização da economia

A felicidade está dentro deles e não fora, menos é mais, ter menos coisas traz mais tempo para viver e curtir a vida, ter menos coisas traz mais dinheiro para viver a vida e gastar onde realmente interessa: na sua qualidade de vida, no bem-estar e na realização dos seus sonhos. Pois não são as coisas que nos fazem felizes, mas sim os momentos de plenitude!

Qual sua opinião, sobre esse assunto? Comente aqui o que você achou desse artigo.

 

Related Post

Leave a Reply